SEGUNDA CHANCE

Na perspectiva bíblica, a segunda chance é o restabelecimento do direito à vida eterna, e segue após o perdão.


A morte física é a justa medida da pena pela culpa herdada de Adão. A morte foi vencida pela vida. Portanto, há ressurreição para quem é perdoado.

Perdoar é o ato de amor do pai que anula a culpa de todos. A possibilidade da anulação da culpa se deu a partir da substituição do culpado. Jesus se fez culpado por nós.

No lei dos homens não há perdão sem o cumprimento da pena. Nesse caso, a medida da pena é a perda da liberdade. Nisso penaliza-se o culpado mediante a prisão, o que também evita o risco de novos delitos.

Na antiga lei de Deus não era diferente. O culpado pagava o preço da culpa, mas com a morte de um animal.

No tempo da graça de Deus é diferente: a morte deixou de ser condenação definitiva quando Jesus na cruz assumiu a culpa de todos.

O perdão e a segunda chance hoje se dá na seguinte ordem: quem crê no filho, o pai perdoa. O pai perdoa e o filho absolve o culpado da condenação e da morte. Isso por que, o preço do perdão foi pago pelo filho.

Quem crê no filho não morre!

Somente espera alguma coisa quem está consciente e vivo! Quem crê no filho não morre, mas "dorme" consciente. Esse é o tempo de espera para a qualquer momento acordar do sono.

Assim como o pai ressuscitou o filho, o pai acordará do "sono" aqueles que creram em seu filho.

Um novo corpo, um corpo imortal aguarda o cumprimento desse tempo. Efêmero tempo.

Judson Santos


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo